© 2019 por UP - Centro Infantil de Terapias & Educação

Contacte-nos: 218 061 816 - 937 841 494   |   geral@centroup.pt   |   Rua Garcia de Orta, nº9A, 2800-096 Almada

Centro registado na Entidade Reguladora de Saúde sob o número E142206.

  • Facebook
  • Instagram

SINAIS DE ALERTA NA LEITURA

E ESCRITA

Com a chegada do final do 1º período do ano letivo, já é possível verificar como estão as nossas crianças relativamente ao processo de aprendizagem/desenvolvimento das competências de leitura e escrita. Todos os intervenientes (professores, encarregados de educação, explicadores, etc.) neste processo têm de estar atentos e dotados de informação que permita uma intervenção precoce. Deste modo, a partir do 2º período do 2º ano de escolaridade todos temos de estar de "olhos postos" na leitura e escrita da criança. 

Conheça os sinais de alerta:

  • Lentidão na aprendizagem dos processos de leitura e escrita, sendo a leitura silabada, hesitante e por soletração;

  • Dificuldade em associar as letras aos seus sons (por exemplo, associar a letra “éfe ” com o som [f]);

  • Dificuldade em compreender que as palavras se podem segmentar em sílabas e fonemas;

  • Dificuldade em fazer jogos com rimas;

  • Fluência na leitura significativamente abaixo do esperado para a idade;

  • Dificuldades na descodificação/correspondência grafema-fonema (por exemplo,  vaca/faca; janela/chanela; calo/galo...);

  • Ocorrência de muitos erros ortográficos, fonológicos e/ou lexicais;

  • Dificuldade para exprimir as suas ideias e pensamentos na produção escrita;

  • Dificuldades na memória auditiva (memória de trabalho);

  • Dificuldades na leitura e interpretação de problemas matemáticos;

  • Desagrado e tensão durante a leitura oral;

  • Caligrafia imperfeita, irregular, muitas vezes ilegível;

  • Histórico familiar de dificuldades de leitura e escrita;

  • Relutância ou recusa em tarefas de leitura e escrita;

  • Necessidade de mais tempo para realizar os trabalhos escolares;

  • Necessidade de acompanhamento individual do professor para prosseguir e concluir os trabalhos;

  • Relutância, lentidão e necessidade de apoio dos pais na realização dos trabalhos de casa;

  • Ansiedade, insegurança e baixo autoconceito;

  • Comportamentos agressivos e/ou de oposição.

Identifica algum destes sinais na sua criança? Não hesite e consulte um profissional especializado na área - Terapeuta da Fala, Psicólogo e/ou Psicopedagogo! Quanto mais precocemente for feito o diagnóstico e a reeducação, mais rapidamente a criança recuperará e ficará apta a acompanhar os seus colegas.

Elaborado por:

Dra. Inês Morais

Terapeuta da Fala do Centro UP